quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Protestos

Oiiii Drugs!

Houve ontem um protesto indígena no MASP,  reivindicando algumas coisas, como a análise de demarcação territorial, etc. e lá estava eu, também. Como está havendo uma onda de manifestação no Rio de Janeiro, aonde professores reivindicam aumento salarial e toda uma revisão no sistema educacional, lá fui eu em meu "protesto solitário", assim entitulado pelo repórter do G1. Fazer protesto, é chamar atenção, correto? Gostaria muito que todo o Brasil se unisse e a causa tomasse conta de todo Brasil. Enquanto alguns de vocês, caro leitor que reclama da vida e do país, fala mal e de braços cruzados não faz nada para as coisas acontecerem, eu fazia meu trabalho de formiguinha. Poderia sim, ter ficado nua como no fêmen, mas sem proteção policial, correria o risco de sei lá o quê acontecer. Pode ser que não dê em nada, ou talvez realmente não dê certo, mas o fato é que mesmo eu, sozinha, fiz a minha parte como cidadã brasileira. Muito fácil protestar unida com milhares de pessoas, até mascaradas, agora quero ver dar a cara ao tapa. Isso ninguém faz, não é mesmo? Então, você que não gostou da minha atitude, continue esperando as coisas caírem do céu, um milagre pode acontecer!

Sobre a educação no país (minha opinião):
Há diversas hipóteses sobre qual a melhor solução para o aumento da qualidade no ensino do nosso país. Uns dizem que 10%, 20% do pib é a solução. Será que realmente se aumentar a disponibilidade da verba, aumentará a qualidade da educação ? Países desenvolvidos investem aproximadamente a mesma quantia proporcionalmente que o Brasil (media de 5,5% do pib) tais como Alemanha, França, EUA, Áustria. A Espanha, ano passado, ficou em 2. lugar no ranking sobre a "qualidade de ensino" entre os paises da OCDE, investindo os 5% (aprox.) que investimos, e o Brasil? Em qual posição? De 4, não é? Sem comentários.

Absurdo também quem defende os 10% do pib para educação. Países que estão no topo da qualidade de ensino, como Dinamarca, Islândia e Noruega, investiram ultimamente 7% (aprox.) do pib. Acredito que o nosso grande problema está na gestão fraudulenta, na qualidade duvidosa dos investimentos. Aumentando o valor $$$ da verba, aumenta também o recheio do bolso do "gestor". O que a Dilma fez, destinando 75% da verba dos royalties para educação, chama-se populismo, nada mais que isso. Também não acredito que a educação seja mais importante que a saúde, a ponto de destinar apenas 1/4 dos royalties para tal. Concordo que a educação seja a questão chave para o crescimento de uma nação, mas sem saúde, tudo complica, correto?

É isso gente!

Beijos !!!

Sussu

4 comentários:

  1. É uma posição....

    ResponderExcluir
  2. Suzy minha linda, estaremos sempre do seu lado! Vc é muito espontânea e talentosa! Ninguém precisa concordar ou discordar de vc, basta respeitar! Apoio teu protesto!

    ResponderExcluir
  3. torço por vc, Rita! Vejo que vc tem talento com o piano, e tem ideias proprias e, de alguma forma, quer contribuir com o mundo. Os fins justificam os meios. Para quem acha que ela quer apenas aparecer, basta lembrar que artistas e pensadores quase nunca são reconhecidos no seu tempo e por sua gente.

    ResponderExcluir
  4. Sua avaliação sobre a relação entre o investimento e a qualidade da educação brasileira está corretíssima, Sussu! Com respeito ao protesto, não serei hipócrita: como dizia aquela canção da Blitz, eu preferia que você estivesse nua!! Mas você tem razão, muitos falam e poucos tem coragem de agir como você!! Beijo!!

    ResponderExcluir